segunda-feira, 5 de abril de 2010

prólogo


E naquela manhã chuvosa você era a única pessoa que escolheu sentar na varanda para tomar um café...Só porque havíamos marcado de nos encontrar ali você tem mesmo que me esperar ali? Pontualmente e exatamente ali?! Deus!!

___

Ato I


– Oi..


– Oi!


– Desculpe o atraso


– Tudo bem, não faz mal! [carinho]


– ... [silêncio]


– Você está linda [carinho]


– ... [silêncio]


– Tudo bem?


– Estou só um pouco cansada. E com frio. [silêncio]


___


epílogo


Será possível que você me ame tanto assim?

Um comentário:

  1. Outro te vi (te reconheci), toda pimpona, numa galeria da Augusta.

    ResponderExcluir